quarta-feira, 4 de junho de 2008

Face the music

Finalmente, uma boa notícia relativa ao futebol português. O Porco, perdão, o Porto, afinal não vai à Liga dos Campeões. Ooooooohhhhhhhh, que pena.
A coisa adquire uns toques de justiça divina (aquela que, diz o azeiteiro presidente nortenho, há de o absolver), até porque o Porto só se enterrou porque se armou em xico-esperto, e não recorreu da condenação por corrupção. O raciocínio foi lindo: perdemos seis pontos, mas temos mais de 20 de vantagem; como tal, bora não recorrer, perdemos os seis pontos nesta temporada - em que não fazem falta - e evitamos arrastar o processo e arriscar começar a próxima época com seis pontos a menos.
Muito bom. Gosto muito do facto de, para o Porto, ser considerado culpado de corrupção desportiva, ser irrelevante, irrelevante ao ponto de não se darem ao trabalho de recorrer. É típico. O que interessa são os resultados, os métodos que se lixem. Acontece é que, ao não recorrer, o Porto tacitamente assumiu que era culpado. E agora acha muito estranho a Uefa vir penalizá-los.
Hoje ouvi muita coisa, de adeptos tripeiros irados: a culpa é da Federação, da Uefa, que anda a perseguir o Porto, e do Benfica, claro, para um tripeiro até o aquecimento global é culpa do Benfica, sintoma daquele complexo de inferioridade que nenhuma montanha de troféus parece conseguir diminuir. Ouvi também a expressão "o Benfica só ganha na secretaria". Duas coisas: 1 - o Benfica não ganhou nada; 2 - o Porto foi condenado oficialmente - e tacitamente admitiu tê-lo feito - por corrupção desportiva, que é só a coisa mais grave que se pode fazer em qualquer desporto. Da última vez que vi, comprar árbitros, isso sim, é que era ganhar na secretaria. Ou em algum sítio mais escondido ainda.
Também gostei muito de o Porto estar confiante num desfecho favorável do recurso, por ter "relações privilegiadas" com um dos juízes. De facto, não aprendem, e depois acham estranho.
Os adeptos tripeiros andam loucos a queixar-se de uma cabala, a mandar vir com tudo e com todos. Mas não foi o Porto quem andou a comprar árbitros? Não é suposto isso ser assim mais ou menos a atirar para o proibido? Foi o Benfica que comprou os árbitros para o Porto? Foi a FPF? Foi a Uefa?!
O Porto está numa situação complicada, da qual ainda se poderá salvar por via dos recursos. Mas está nessa situação por sua única e exclusiva culpa. Porque tem um presidente e uma direcção corrupta e porque tem advogados xicos-espertos e de merda.
Pelo que fez na última época, o Porto merecia estar na Champions? Claro que sim.
Se o Benfica lá for, só vai fazer merda? Muito provavelmente.
Mas é bom ver, por uma vez, o estilo mafioso e trauliteiro ser penalizado a sério, e isso não se faz com seis míseros pontos.
Para a história fica um clube pela primeira vez condenado por corrupção desportiva. E por mais taças que conquistem, para o verdadeiro adepto, essa mancha não sairá nunca.

1 comentário:

Gomezzz disse...

"e evitamos arrastar o processo e arriscar começar a próxima época com seis pontos a menos."

Parece que depois de a sentença ter saido, mesmo que o processo se arrasta-se, os pontos a retirar ou não, seriam sempre relativos aos campeonato 07/08.

Ou seja, o Porto mesmo que fosse recorrer ao tribunal, nunca poderia começar o próximo campeonato com -6 pontos.

E esta os juristas da SAD não se previram!!!