domingo, 27 de julho de 2008

A Dúvida

Os ciganos - ou os membros da comunidade de etnia cigana - que bazaram da Quinta da Fonte, não querem lá voltar, querem novas casas e ameaçam, se tal não acontecer, fazer uma grande manifestação nacional de ciganos. Começo agora a perceber a demora do Quaresma em ir para o Inter, não deve querer perder o evento.
E já agora, se a manifestação não funcionar, vão fazer o quê? Greve?
Não, por favor, não, isso o país não aguentaria...

3 comentários:

Dirty Ricky disse...

Concordo contigo mas por razões diferentes. A nossa humanidade comum é minada a partir do momento em que dividimos o mundo em termos de etnia. A classificação dos moradores da Quinta da Fonte em pretos e ciganos (com os ciganos a não quererem voltar para junto dos pretos) não abarca a totalidade das suas identidades: um cigano e um preto podem ser ambos do Benfica, por exemplo. Numa reportagem da RTP sobre a Quinta da Fonte, mostraram precisamente um caso semelhante: um cigano e um preto, em vez de definirem a sua identidade por oposição um ao outro (em termos étnicos), defendiam uma identidade comum: amigos de infância, que cresceram juntos, que tinham jogado no mesmo clube de futebol, que tinham chorado juntos com os golos que marcaram e que sofreram. Margaret Thatcher não tinha razão quando apregoava: "There's no other away". Abraços politicamente correctos.

raviolli_ninja disse...

Here we go again...

Sadeek disse...

Bastard...não fosses lampião e eras o maior...HAHAHAHA

GREVE DO CALÉ NÃO!!!!